educação, temos?

sera que realmente temos educação?

educa

O Brasileiro, opa, Brasileiro não, o ser humano, cada um em sua concepção, se julga educado, mas o que é ser educado?

Caro leitor(a), ser educado em sua opinião o que é? Bom vamos lá às definições de "Educação":

"1 - Processo para o desenvolvimento físico, intelectual e moral de um ser humano. 2 - Conjunto dos métodos empregados nesse processo; instrução, ensino. 3 - desenvolvimento metódico(de faculdade, sentido, orgão, etc.) <e. da memória> 4 - civilidade, polidez".
(Houaiss, 2004: 265)

O simples fato de se estudar até o nível universitário não garante o fator "educação" a ninguém e sim apenas cultura, cultura de conhecimento de áreas específicas ou processos específicos de determinadas disciplinas, determinados conhecimentos, ou dependendo de quem estudou, simplesmente nada.

Um belo dia, alíás, alguns belos dias, me deparo com um cidadão dirigindo tranquilamente seu "carrão" importado, fiquei admirando aquela "máquina" realmente muito bonita, não vou citar a marca e muito menos o modelo, pois o propósito não é divulgar a marca de veículo algum e sim dizer o que o efeito de uma "máquina" dessas faz no ser humano, o efeito de supremacia, de poder, de importância, status melhor dizendo.Bom, voltando a admiração do "carrão", pensei, como aquele cidadão não deve ter estudado e trabalhado para conseguir comprar um carro daqueles, e é mesmo daqueles!! Daqueles que não se compra com menos de pelo menos duas centenas de milhares de Reais, imaginou?Vamos voltar a "Admiração"! Olhando fixamente no design do automóvel, nos escapes duplos, provando que a potência do motor não era daquelas populares, tipo aqueles motorzinhos que se usa em carros de "Caldo de Cana, garapa", pensei que a pessoa para adquirir um bem daqueles deveria ser extremamente centrada em suas opiniões, suas atitudes, seus atos, resumindo, em sua via.

Mas de repente vem a minha surpresa, o "cidadão" abre os vidros plenamente escuros do "carrão", pensei, agora eu verei o grande executivo que está dirigindo aquela máquina. Realmente ví, mas não parecia um grande executivo, não digo pela aparência, pois não devemos julgar ninguém pela aparência que vemos. As atitudes leitor(a), elas que fazem o Brasileiro, o Português, o Nigeriano, o Italiano, enfim o ser Humano.

E imaginem a atitude daquele "cidadão", simplesmente ao abrir a janela do automóvel dele, lançou duas latinhas de cerveja ao vento, sem mesmo se preocupar se iria atingir algum motociclista que alí vinha, sem mesmo se preocupar com os carros que vinham em mão contrária, simplesmente jogou, fechou a janela e continuou seu caminho, como se nada tivesse acontecido.

Eu tenho uma grande curiosidade, mas grande mesmo, o que será que ele pensou ao lançar aquele lixo pela janela? Será que pensou alguma coisa? Tipo, - "vou jogar isso fora logo, antes que alguém pense que eu bebi", ou -"vou jogar essas latinhas fora para não sujar meu lindo carro".

Olhando aquele lindo carro, e aquela pessoa dentro dele, totalmente "apanhada", quero dizer, bem arrumada, até podemos imaginar, o tanto quanto estudou para conquistar aquilo, mas estudou o que? Boas maneiras? Respeitar o próximo? Respeitar o meio ambiente? ou simplemente se auto-valorizar?

Esse não é um caso isolado, é mais um, entre milhões, e vários cenários diferentes que existem pelo mundo a fora. Pessoas extremamente estudadas, leitor(a), eu disse estudadas e não educadas, que promovem a falta de educação de berço pelo mundo a fora, desrespeitando o próximo, seja o velhinho na fila do banco, ou o médico no pronto atendimento de um hospital público, ou até mesmo quebrando o retrovisor do carro que fechou o "moto-boy" sem querer em plena Radial Leste as 07h00 da "madrugada", onde 80% dos motoristas estão atrasados, com sono, cansados e indo em busca de uma nova jornada de trabalho.

Educação vem de berço, costuma-se ouvir que as pessoas devem ser mais tolerantes, mas tolerância é uma coisa, educação é outra.

Um dia uma pessoa me falou, sinceramente não lembro quem foi, mas me lembro muito bem da frase.

"quando admirar alguém, alguma figura pública ou de grande sucesso no mercado, nunca leia além de sua biografia autorizada, ou seja, aquilo que está liberado a todos verem, porque se for, além disso, com certeza você se decepcionará"

Mas por que tem que tem que ser assim, não podemos ter nosso heróis e confiarmos plenamente neles?

Grande abraço a todos e muito sucesso, com bastante educação!
José Norberto Sousa Lopes ( 27-mar-2010)